Notícias

Problemas de visão durante a gravidez

Problemas de visão durante a gravidez
Na gravidez a mulher sofre mudanças hormonais intensas, que envolvem vários órgãos do corpo, inclusive os olhos. Por isso alguns problemas de visão são comuns nesse período. Porém esses problemas, na maioria das vezes, são fisiológicos, ou seja, decorrentes daquele próprio período, por isso não são consideradas doenças.

Algumas grávidas podem ter hipertensão durante a gestação, e isso pode vir a apresentar alterações na retina. Quando isso acontece, os principais sintomas visuais são: a presença de manchas escuras em alguns pontos do campo visual, visão dupla e diminuição da visão.

Além da hipertensão, outro problema pode ser a toxoplasmose, essa é a doença mais grave que pode atingir a grávida e que pode trazer danos irrecuperáveis para a visão do bebe. Os sintomas podem ser alteração ocular com lesões ativas na retina, gripe ou uma febre. Porém, existem casos que não apresentam sintoma algum. A toxoplasmose pode ser transmitida de maneira congênita para o bebê, ocasionando até mesmo a perda da visão, é uma das principais causas de cegueira em crianças no Brasil.

Para prevenir é importante fazer o teste específico para toxoplasmose durante o período pré-natal. As grávidas não imunes a toxoplasmose devem evitar ingerir carne mal passada ou crua, frutas e verduras mal lavadas. A água deve ser filtrada ou fervida. No caso de contaminação da gestante durante a gravidez, deverá ser instituído o tratamento com medicamentos específicos.  Já o bebê, deverá realizar alguns exames: o teste de sorologia para toxoplasmose; o exame de fundo de olho para detectar lesões ou cicatrizes na retina e exames neurológicos. Se for constatado o diagnóstico de toxoplasmose congênita na criança, deverá ser iniciado o tratamento com colírios e medicação específica para minimizar os danos ocasionados pela doença.

Quanto a mudança no grau, o mais recomendado é esperar até o quarto mês após o parto para refazer o exame oftalmológico para a troca do grau e dos óculos. Neste momento o organismo da mulher já está retornando as condições normais e o grau estará mais estável.

 Fonte: http://www.portaldaoftalmologia.com.br/

Voltar